Tragédia em Brumadinho
 
segunda-feira, 28 de janeiro de 2019
saiba quais tecnologias os militares israelenses vão usar

Os militares de Israel começam a chegar a Brumadinho, na manhã desta segunda-feira (28), para auxiliar nas buscas por pessoas desaparecidas após o desastre da barragem da Vale. Equipamentos que detectam sinal de aparelhos celulares e sonares serão utilizados. A expectativa das autoridades brasileiras é que, com o apoio israelense, a chance de encontrar vítimas seja ampliada.

A atuação dos 136 militares de Israel deve se concentrar na área mais próxima da barragem Mina do Feijão, em Brumadinho. Quem confirmou a informação foi o porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, Tenente Pedro Aihara.

O coronel Golan Vach, que coordena a tropa israelense, chegou à cidade acompanhado do embaixador de Israel, Yossi Cheli, e do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo). Ele disse que o primeiro esforço dos militares é encontrar pessoas vivas. Segundo ele, os primeiros integrantes da delegação acabaram de chegar à região do rio Paraopeba.

O equipamento trazido para a cidade consegue detectar o sinal de dispositivos eletrônicos que ainda estejam ligados até uma profundidade cerca quatro metros de profundidade. Entretanto, em alguns pontos, a lama atingiu cerca de 15 metros.

Os equipamentos trazidos por Israel já vieram em condição de pronto emprego e adaptação para uso já está sendo feita, inclusive com a ajuda de militares que estão em Israel.


Fonte: g1
 
 
 
Av. Rio Grande do Sul, 1583 - Praça São Francisco de Assis
85750-000 - Planalto - PR
(46) 3555-2168
2019 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual